Estrada Dona Castorina, 110
Jardim Botânico - 22460-320
Rio de Janeiro - RJ
Tel: 21-25295077
Tel: 21-25295189
Fax: 21-25295023
E-mail: obm@impa.br
Atendimento: 2ª a 6ª-feira
Horário: 08h00 às 18h00

Saiba como chegar








Polos Olímpicos de Treinamento Intensivo

HISTÓRICO da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM)

As Olimpíadas de Matemática, nos moldes atuais, são disputadas desde 1894, quando foram organizadas competições na Hungria.Com o passar dos anos, competições similares foram se espalhado pelo leste europeu, culminando, em 1959, com a organização da 1ª Olimpíada Internacional de Matemática, na Romênia, com a participação de países daquela região.

A Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) organizou em 1979 a 1ª Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM).  Ao longo destes anos, a OBM passou por diversas mudanças em seu formato (veja abaixo quadro ilustrativo), mantendo a idéia central que é a de estimular o estudo da Matemática pelos alunos, desenvolver e aperfeiçoar a capacitação dos professores, influenciar na melhoria do ensino, além de descobrir jovens talentos.

Dentre os premiados são selecionados aqueles que formam as equipes brasileiras na Olimpíada do Cone Sul (4 estudantes, com até 16 anos); na Olimpíada Internacional de Matemática (6 estudantes do ensino médio, com até 19 anos); na Olimpíada Iberoamericana (4 estudantes, com até 18 anos) e na Competição Internacional de Matemática (universitários). Estas competições são realizadas anualmente, sempre em um país diferente.

 

Evolução da Olimpíada Brasileira de Matemática - OBM

Ano

Alteração

1979

I Olimpíada Brasileira de Matemática

 

1991

Dois níveis:

Júnior: para alunos completando no máximo 15 anos em 1991

Sênior: para alunos cursando o ensino médio

 

 

1992

Duas fases:

∙Primeira: prova com 25 questões de múltipla escolha

∙Segunda: dois dias com 3 problemas em cada dia

O nível Júnior passa a ser para alunos cursando até a 8ª. série

1993

A 2ª. Fase do nível Júnior volta a ser realizada em um dia, com 5 problemas

1995

O nível Júnior volta a ser para estudantes de até 15 anos

 

 

 

 

 

1998

Três níveis:

∙I: 5ª e 6ª séries

∙II: 7ª e 8ª séries

∙III: Ensino Médio

Três fases:

∙1ª fase: múltipla escolha com 20 ou 25 questões

∙2ª fase: prova aberta com 6 questões

∙3ª fase: 5 questões (níveis I e II) e 6 questões no nível III (em dois dias)

Provas das 2 primeiras fases nas Escolas cadastradas

1999

As provas do nível II passam a ser realizadas em dois dias na fase final

2001

É criado o nível Universitário, com duas fases